Pontuação bruta do IDSS: Conheça o método criado pela Blendus

Postado em 28 de maio de 2021 às 17:01
pontuação bruta IDSS

Comparativo de Três Operadoras Acreditadas

Manter uma boa pontuação no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) é, sem dúvidas, o desejo de todas as operadoras. Mas você sabe o que é a pontuação bruta do IDSS?

Sabemos que manter a eficiência e o cuidado com o paciente são só alguns dos pontos avaliados durante todo o ano e que a composição da nota leva em consideração os aspectos listados em cada dimensão e as bonificações asseguradas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Entretanto, quando falamos da pontuação bruta, estamos avaliando os números sem os acréscimos que a sua operadora de saúde recebe com as bonificações. 

Quer saber mais sobre o assunto? Então aproveite para conferir o conteúdo completo e entenda a diferença entre a nota bruta do IDSS e aquela com os bônus e como saber se a sua operadora está sendo classificada.

O que é a Pontuação Bruta IDSS?

Este termo foi criado pela Blendus, empresa de tecnologia com foco na governança de dados regulatórios em saúde suplementar e idealizadora do Gestor IDSS

A pontuação bruta do IDSS é um método usado para calcular a nota final do índice e das dimensões, retirando da pontuação todos os tipos de bonificações recebidas, incluindo aquela concedida pelo Programa de Acreditação das Operadoras. Agora, você deve estar pensando: “Mas qual a vantagem disso? As bonificações não ajudam na nota do IDSS?” Nós podemos responder que, por um lado, sim e, por outro, não. 

A metodologia possibilita destacar algumas oportunidades e dificuldades da operadora em pontuar naqueles indicadores que são calculados com base nos dados enviados periodicamente à ANS, como o Monitoramento TISS, o sistema informatizado com os dados dos beneficiários (SIB) e o sistema Registro de Planos de Saúde (RPS).

Logicamente, as bonificações importam porque também informam sobre ações importantes da operadora. O objetivo da pontuação bruta do IDSS não é desmerecer essas iniciativas, mas estimular a criticidade na pontuação alcançada nos outros indicadores, buscando uma evolução geral e consistente.  

Basicamente, é como se, a partir desse método, você pudesse refletir melhor sobre a realidade da sua operadora. Sem as bonificações, o que a nota do IDSS é capaz de dizer sobre a qualidade dos serviços prestados por ela? 

Avaliação da Pontuação Bruta final do IDSS

Na imagem de capa deste artigo, trazemos três operadoras acreditadas com suas pontuações reais publicadas pela ANS. Sem dúvida, todas são operadoras de excelência, comprovadas pelo seu desempenho. 

No entanto, pela pontuação bruta do IDSS, observamos que a operadora A destaca-se por ter necessitado pouco das bonificações; visto que, mesmo sem elas, teria um índice final de 0,9023. Para a operadora B, mesmo sem as bonificações, a colocação seria em uma faixa inferior de avaliação. 

No caso da operadora C, constatamos que ainda existem grandes desafios, mesmo após a conquista de uma nota de excelência. Graças às bonificações, principalmente a relacionada ao Selo de Qualidade, a operadora C conquistou uma nota final de excelência, duas faixas de avaliação acima da pontuação bruta.

Você consegue perceber a diferença entre elas? Se sim, então você é capaz de imaginar como esse tipo de conhecimento pode contribuir com as ações dentro das operadoras, identificando problemas e buscando soluções. Essa visão crítica é o objetivo da Blendus com o método de pontuação bruta do IDSS.  

O que são as bonificações no IDSS?

Cada uma das quatro dimensões do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) possuem indicadores de bonificação e de adesão voluntária, pelos quais a ANS tenta incentivar as operadoras a adotarem modelos de assistência mais voltados à promoção da saúde e à prevenção de riscos e doenças, por exemplo.

Estes indicadores estão divididos em dois grupos:

  1. Pontuação base: quando elegível, será somado (+) o valor conquistado sobre a pontuação da dimensão a qual este indicador pertence, limitado a pontuação máxima de 1,0000 para cada dimensão.
  2. Bônus: quando elegível, será incluído um percentual (%) de bonificação sobre a pontuação bruta desta dimensão, também limitado a pontuação máxima de 1,0000 para cada dimensão.

Bonificações do IDSS
Dimensão Nome do Indicador Bônus (e nome fantasia) Forma Pontuação
IDSS
(Global)
Programa de Operadora Acreditada (Selo de Qualidade) Pontuação base
(soma)
Nível I – 0,30
Nível II – 0,23
Nível III – 0,15
1-IDQS 1.10 – Programa de Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças (Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças dos Clientes) Pontuação base
(soma)
0,10
1.11 – Participação em Projetos de Indução da Qualidade da ANS (Participação do Plano de Saúde em Projetos de Qualidade) Pontuação base
(soma)
0,10 para projetos de indução ou 0,15 fase 2 e até 0,30 para APS
1.12 – Participação no Projeto de Modelos de Remuneração Baseados em Valor (Adoção de remuneração que considere a qualidade) Pontuação base
(soma)
0,10
2-IDGA 2.8 – Índice de efetiva comercialização de planos individuais (Acesso à Contratação Individual) Bônus Até 10%
3-IDSM 3.5 – Pesquisa de Satisfação do Beneficiário (Satisfação do Cliente/Paciente) Pontuação base
(soma)
0,25
3.6 – Autorização prévia anual para movimentação da carteira de títulos e valores mobiliários (Gestão Financeira Ativa) Bônus 10%
3.7 – Índice de Reajuste Médio Ponderado aplicado aos Planos Coletivos (Moderação de Reajustes) Peso Zero
4-IDGR 4.5 – Proporção de Diagnósticos Inespecíficos nos Eventos de Internação Preenchidos nas Guias TISS (Qualidade dos Dados do Diagnóstico) Bônus 10%

Referência: Ficha Técnica dos Indicadores do IDSS 2021 (ano-base 2020)

Voltamos a destacar que o objetivo do método apresentado neste artigo não é desvalorizar as bonificações, muito pelo contrário: participar e investir nas bonificações é uma ótima oportunidade para garantir um melhor resultado na nota final do IDSS e, principalmente, promover melhorias na assistência ao beneficiário em consonância com as diretrizes do Programa de Qualificação das Operadoras

Sobre a acreditação pela RN 277

O Selo de Qualidade conquistado no Programa de Acreditação das Operadoras resultará em uma pontuação base somada ao IDSS conforme o nível de acreditação conquistado, com o limite de 1,0000 da nota final. Na Resolução Normativa Nº 277, não haviam pré-requisitos relacionados ao IDSS no processo de avaliação.

com a execução da Resolução Normativa Nº 452, o IDSS tornou-se pré-requisito para as operadoras participarem do programa de acreditação, sendo que a pontuação mínima do IDSS e de suas quatro dimensões deverá ser igual ou superior a 0,6 (seis décimos). Para conquistar o selo Nível I de acreditação, a nota final do último IDSS publicado deverá ser igual ou superior a 0,8 (oito décimos).

Pré-requisitos para acreditação pela RN 452

Em vigência desde o quarto trimestre de 2020, os pré-requisitos relacionados ao IDSS são trazidos de maneira explícita: 

  • Pontuação mínima de cada dimensão acima de 0,6; 
  • Para o nível máximo de acreditação, a nota final do IDSS deverá ser acima de 0,8.

No gráfico abaixo exibimos as pontuações agrupadas por dimensões das três operadoras em estudo, sendo a primeira barra o índice final do IDSS e na sequência uma barra para cada uma das dimensões com suas respectivas pontuações brutas evidenciadas. Percebemos que as operadoras A e B satisfazem os pré-requisitos mencionados. Porém, a operadora C não está elegível a pleitear a acreditação, pois na dimensão Gestão de Processos e Regulação obteve pontuação de 0,5371, ficando abaixo do mínimo exigido. 

Observamos ainda, que nas dimensões 1-IDQS e 3-IDSM, bem como no índice final, esta operadora obteve pontuações acima de 0,6 graças às suas iniciativas de aderir voluntariamente aos programas de incentivo da Agência. 

Com o início da vigência da Resolução Normativa Nº 452, tendo como pré-requisito as pontuações do IDSS, esta metodologia torna-se importante ferramenta para apoiar a priorização de ações daquelas que almejam alcançar excelência operacional e assistencial, além de renovarem suas acreditações.

IDSS 2020 (ano-base 2019) - Comparativo das Pontuações (nota final e dimensões) de Três Operadoras Acreditadas

IDSS 2020 (ano-base 2019) – Comparativo das Pontuações (nota final e dimensões) de Três Operadoras Acreditadas

O que a Blendus faz?  

Para contribuir com os desafios das operadoras que buscam excelência, a Blendus criou o Módulo Premium no seu sistema Gestor IDSS, justamente para apoiar a melhoria contínua baseada em dados, trazendo maior amplitude na validação de informações, evitando erros no Monitoramento TISS e abrangendo o cruzamento dos dados das Guias TISS com informações de outros sistemas, como SIB e RPS.

Somos uma empresa tecnológica focada na governança de dados relacionados à saúde suplementar. Queremos facilitar o acesso às informações, contribuindo com a transformação digital no setor.

Portanto, por meio de algoritmos avançados, o Gestor IDSS identifica inconsistências e aponta as correções a serem feitas. A equipe da Blendus ajuda a operadora de saúde a elaborar proposições de melhorias em processos e sistemas para potencializar implementações, sempre com o objetivo de conquistar benefícios contínuos.

Sobre o Gestor IDSS Premium

Essa modalidade é indicada para a operadora que deseja melhorar o IDSS, ou seja, excelência assistencial e operacional, além de ser o formato de acompanhamento ideal para quem deseja uma classificação por meio da Resolução Normativa Nº 452.

Com mais opções de acompanhamento e análise, é possível desfrutar dos seguintes benefícios: 

  • Funcionalidades e serviços do módulo Simulador IDSS;
  • Cruzamento de dados das Guias TISS com SIB;
  • Comparação de dados do TISS com RPS;
  • Validação da Classificação Brasileira de Ocupações, incluindo as especialidades médicas de acordo com o Conselho Federal de Medicina, inclusive para guias de consulta médica eletivas faturadas por clínicas (CNPJ);
  • Mentoria para correções de Guias TISS;
  • Acompanhamento Razão TISS x DIOPS;
  • Diagnóstico de conformidade ao Padrão TISS;
  • Sugestões para melhorias em processos e sistemas;
  • Reuniões trimestrais estratégicas.

Ficou com alguma dúvida? Quer saber mais sobre a pontuação bruta IDSS e o Gestor IDSS? Então aproveite para entrar em contato com a nossa equipe. Queremos te ajudar a melhorar a avaliação da sua operadora. 

E se você gostou desse conteúdo, comente! Conte sobre quais temas você gostaria de ler aqui no Blog da Blendus.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*

Whatsapp